“A vinda da Caravana do Lazer para o município de Planaltino foi extremamente estratégica”

Caro Gestor | 16/01/2014

 Como se deu a iniciativa de buscar a Sudesb para realizar o projeto no município?

Como a Secretaria de Educação do município também era responsável pela Cultura, Esportes e Lazer, eu queria desenvolver um trabalho que desse pela primeira vez uma real atenção a estas áreas. Para isso, através da internet, acessei o site da Sudesb no intuito de conhecer os programas e projetos que estavam disponíveis aos municípios. Assim que li sobre a Caravana do Lazer fiquei encantado, isso no início de 2010. Seguindo as orientações para solicitação da vinda do projeto ao município, fizemos um ofício justificando, com base em informações socioeconômicas do município, pontuando o IDH e outros índices, e ressaltando a importância desta ação para os munícipes. Em 2011, estive na Sudesb e fui informado que o critério de priorização das solicitações era através do IDH, e a Caravana estava prevista para ir ao município de Planaltino naquele ano, o que foi uma alegria para nós.
 
Quanto foi gasto pelo município?
 
Na verdade, pelos frutos da Caravana, não tenho como falar em gastos. O investimento que o município realizou foi mínimo diante da riqueza que o projeto proporcionou à população de Planaltino, em especial às nossas crianças e adolescentes. O material solicitado para realização da capacitação dos agentes multiplicadores e das oficinas no Dia de Lazer teve um custo muito baixo. Outros gastos foram quanto à logística, no sentido de alugar toldos para algumas oficinas, carro-pipa, disponibilização de água mineral, e transporte para deslocamentos das pessoas das localidades rurais.

Houve parcerias com outras secretarias a fim de divulgar ações sociais? Quais foram?
 
Tanto na capacitação quanto no Dia de Lazer, contamos com a participação efetiva, além da Secretaria de Educação, Cultura, Esportes e Lazer, da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Secretária de Saúde. A divulgação das ações aconteceu por meio da voz da cidade, ofícios enviados para os órgãos públicos e entidades organizadas da sociedade civil, além do blog da Secretaria de Educação.
 
Como você qualifica a ida da Caravana ao município?
 
A vinda da Caravana do Lazer para o município de Planaltino foi extremamente estratégica. A culminância da ação, no Dia de Lazer, proporcionou para a comunidade, um dia inesquecível e inédito para a grande maioria. A Caravana mostrou que com ações simples é possível oportunizar para a comunidade acesso a atividades de lazer. Foram cerca de dois mil estudantes da rede municipal e diversas pessoas da comunidade que tiveram um dia especial. E, mais que isso, tivemos como desdobramento a criação de um programa próprio no município, que ofereceu momentos de lazer, em especial para as comunidades rurais, isso foi o mais significativo.
 
Os conhecimentos obtidos estão sendo utilizados? De que forma?
 
A Caravana do Lazer serviu de inspiração para a criação no município do projeto “Craques Itinerantes”. Tínhamos no município um projeto de educação integral chamado “Craques da Cidadania”, que oferece para os alunos, no turno oposto ao da escola, atividades de karatê, dança, capoeira, flauta doce, percussão, educação física e violão. A partir da Caravana, com o “Craques Itinerantes: domingo de festa”,
passamos a desenvolver uma vez por mês, em um domingo, oficinas nas comunidade rurais.Como ponto de apoio, utilizamos as unidades escolares e os espaços disponíveis, e oferecemos oficinas para toda a comunidade, das crianças aos idosos. Oficinas de pintura, trabalhos manuais, beleza, karatê, percussão, flauta doce, capoeira, atenção ao idoso, contação de histórias, jogos de mesas, dança. As atividades foram desenvolvidas voluntariamente por professores e membros da comunidade.
Deixe seu comentário » 0 Comentários: