GOL inicia embarque utilizando Biometria Facial

Terça-feira, 4 de Junho de 2019
Fonte: Passageiro de Primeira
Crédito da Foto: Passageiro de Primeira

A GOL inaugurou dia 29 de maio o primeiro serviço de embarque por biometria facial do país, nova tecnologia que promete agilizar o processo de embarque dos passageiros.


Como funciona o embarque por biometria facial?

Com essa nova tecnologia não é necessário ter em mãos o cartão de embarque físico ou mesmo em forma digital através do seu smartphone.

Apenas se posicionando em frente ao totem de reconhecimento facial será feita a verificação do passageiro e a liberação para a aeronave.

Importante ressaltar que, por normas de segurança, mesmo com a tecnologia da biometria facial ainda é obrigatória a apresentação de um documento de identificação para realizar o embarque.


Como é feito o reconhecimento facial?

Antes do embarque é necessário realizar um cadastro prévio junto a GOL.

Durante o período de testes, funcionários da empresa ficam próximos ao portão de embarque com tablets para realização do cadastro, bastando informar o número do seu localizador e utilizar a câmera do dispositivo para finalizar o processo.

A tecnologia utilizada é da FullFace Biometric Solutions, empresa especializada em identificação de pessoas com tecnologia de biometria.

Por meio de um algoritmo próprio, a ferramenta garante a precisão de 1024 pontos da face, em menos de um segundo.

Esses pontos são posteriormente convertidos em um código de caracteres.

Ou seja, a empresa não ficará com sua foto armazenada e sim com esse código de identificação gerado pela ferramenta.


A tecnologia já é utilizada pela GOL no Selfie Check-in

Desde 2017 a GOL disponibiliza em seu aplicativo de celular a tecnologia do Selfie Check-in, que usa o reconhecimento facial para a realização do check-in no aplicativo para celular da companhia.

Para usar, basta que o cliente faça um cadastro da sua biometria facial, sem necessidade de inclusão de qualquer outro dado adicional.

No futuro, o objetivo é integrar a base de dados que já consta no aplicativo com o recurso do embarque por biometria facial, agilizando assim o processo de cadastro prévio para uso do novo modelo de embarque.


Projeto piloto

Em um primeiro momento o serviço foi implementado como piloto no portão de número 34 no embarque doméstico do aeroporto do Rio, o Galeão.

Após essa fase de testes no Rio, a tecnologia deve ser testada em outras bases da GOL pelo país.


Como foi a experiência?

Eu realizei todo o processo e achei rápido. O reconhecimento biométrico facial e a conferência do documento de identificação do passageiro ocorre de forma simultânea. No total demorei cerca de 3 segundos para receber a liberação para a aeronave, mas minha percepção foi de que o tempo gasto é o mesmo do método tradicional.

A novidade ainda está em fase de testes e somente após esse período conseguiremos saber se ela realmente vai agilizar o embarque.

De qualquer forma acho válido experimentar novas tecnologias que visam aprimorar a experiência do passageiro.


* Por Dérek Arakaki

Comentários

    Não há comentário

Comentar

REVISTA DIGITAL

revistaCG

TV CARO GESTOR

TVCG