Antônio Cardoso comemora cinquentenário

 Nesta quarta-feira, dia 18 de abril, o município de Antônio Cardoso, localizado na margem esquerda do rio Paraguaçu, à 139 quilômetros de Salvador, comemora seus cinquenta anos de emancipação política.

HISTÓRIA- Município criado em 1962, com território desmembrado do de São Gonçalo dos Campos. A primeira penetração no território se deu no final do século XVII, por jesuítas procedentes dos conventos de Cachoeira. Os catequistas erigiram a capela de Nossa Senhora do Resgate, elevada à categoria de freguesia em 1843, com o nome de Nossa Senhora do Resgate das Umburanas, mais tarde arraial de Umburanas. Teve nomes como Uberlândia e Teriguatiba. Em 1962, com a criação do município teve a sua denominação desta vez alterada para Antônio Cardoso, em homenagem ao chefe político da região.
 
Destacam-se como pontos turísticos: a estrada boiadeira, a centenária Igreja do distrito de Santo Estêvão Velho junto com a imagem do Padroeiro o Santo Estêvão à margem da BR116, as fazendas Cavaco e Santo Antonio, a lagoa dos Jesuítas no distrito de Santo Estêvão Velho, encontro do rio Jacuípe com o Paraguaçu (em Ilha e Lagoa), entre outros.

Comentários

    Não há comentário

Comentar