Maracás e Pau Brasil comemoram emancipação

 Nesta quinta-feira, dia 19 de abril, dois municípios baianos comemoram suas emancipações políticas. Maracás que completa seus 157 anos e Pau Brasil que festeja seu cinquentenário. Maracás teve origem numa aldeia de índios, que foi elevada a vila em 25 de maio de 1842. Mais tarde, transformado em município no dia 19 de abril de 1855 e já teve como distritos cidades que são, hoje, bem maiores que a sede, a exemplo de Jequié. O clima moderado do município favoreceu a implantação do projeto Maracás Cidade das Flores. Agropecuária: produção de café, mandioca, horticultura, criação de bovinos, caprinos e ovinos vacinados. O município também possui reservas de granito de primeira qualidade.

Também no mesmo dia, o município de Pau Brasil comemora seus 50 anos de autonomia política. Pau Brasil começou como arraial, depois vila e a fama da terra boa para plantar corria por todos os lugares. A vila começou a crescer até se transformar de Povoado de Santa Rosa em distrito. Os moradores e políticos do Distrito de Santa Rosa e da sede do município (Canavieiras), perceberam que Santa Rosa poderia sobreviver com as suas rendas. O cacau e o gado eram as principais culturas existentes e isso dava margem de respaldo para que a população se unisse para elevar Santa Rosa à categoria de município. Em 18 de abril de 1963, o Governador do Estado da Bahia, Juracy Magalhães, assina a Lei Estadual n.º 1.681, publicada no Diário Oficial do Estado, em 19 de abril do mesmo ano, criando o município de Pau Brasil. Entre os atrativos da cidade estão o Rio Pardo com inúmeras praias, corredeiras, cachoeiras, locais para pescaria e mergulho; a Cachoeira do Tombo de Areia; a Área de Proteção Ambiental Vale das Cascatas, entre outras. O nome da localidade é devido a existência, na ocasião da sua criação, de grandes reservas dessa essência florestal em suas terras.

Comentários

    Não há comentário

Comentar

REVISTA DIGITAL

revistaCG

TV CARO GESTOR

TVCG