Cinco municípios baianos festejam aniversário

 Os municípios de Cardeal da Silva (34 anos), Sebastião Laranjeiras (50 anos), Ichu (50 anos), Itanagra (50 anos) e Várzea do Poço (50 anos) comemoram nesta segunda-feira, dia 30 de julho, suas emancipações políticas. Cardeal da Silva, no litoral norte do Estado, surgiu em homenagem ao Arcebispo Primaz do Brasil, naquela ocasião, Dom Augusto Alves da Silva, que completava 50 anos de sagração episcopal. Sua história confunde-se com a de Entre Rios, município vizinho do qual foi desmembrado em 30 de julho de 1962. O município também é muito conhecido por suas majestosas festas e cavalgadas.

Sebastião Laranjeiras, outro aniversariante, teve sua origem nos meados do século XIX, num arraial de nome Boqueirão das Palmeiras, pertencente ao município de Palmas de Monte Alto. Só no ano de 1939 foi elevado à categoria de Vila, com a denominação de Vila das Parreiras. Em 1944, passou a denominação de Vila Camatei que teve a duração de 19 anos, a qual permaneceu até a emancipação política. 
 
Ichu comemora seu cinquentenário. Havia por volta de 1920, uma fazenda chamada Enxú no distrito de Candeal, município de Riachão do Jacuípe. O nome Enxú designa casa de vespas servindo de intitulativo a fazenda foi grafado mais tarde erroneamente quando na utilização nos documentos legais que daria fórum administrativo ao município de Ichu. 
 
Outro aniversariante é Itanagra. A cidade teve inicialmente outras denominações: Cipó das Cabaças, Engenho de Cipó e Açú da Torre, até passar ao nome atual. O nome Itanagra significa Pedra de Areia. A cidade já foi habitada por povos indígenas. Cipó das Cabaças, isso devido à grande quantidade de cipó reinante e também ao grande cultivo de enormes cabaças pelos índios que serviam para guardarem farinha de mandioca e para enterro fúnebre. 
 
Para encerrar os aniversariantes do dia temos o município de Várzea do Poço. Anteriormente denominado de Campo Alegre, foi formada distrito em 1953 e elevado à categoria de cidade em 1962, desmembrado do município de Miguel Calmon por Lei estadual de número 30.07.1952 com a denominação de Várzea do Poço. Várzea do Poço está localizado na região do Piemonte da Diamantina, limitando-se a leste com o município de Serrolândia, a sul com Mairi e Piritiba, a oeste com Miguel Calmon e a norte com Jacobina.

Comentários

    Não há comentário

Comentar