Entre Rios e Macarani comemoram emancipação

 O município de Entre Rios, localizado a 141 km de Salvador, comemora nesta quarta-feira, (03/04) 141 anos de emancipação política. A primeira exploração das terras onde hoje se localiza a sede municipal aconteceu no século XVI, com a concessão de sesmarias à Casa da Torre de Garcia D’Ávila. Seus principais atrativos estão no litoral, com destaque para Massarandupió, a primeira praia de naturismo oficialmente decretada. Outras praias atrativas: Barra do Rio Sauípe, Sabaúma, Balneário da Passagem e Porto Sauípe. Tem a Cachoeirados Índios com queda d’água de aproximadamente cinco metros de altura, forma um poço natural, excelente para banho. Está situada a cerca de 5 km de Linha Verde, do lado oposto ao mar. Nas proximidades da cachoeira existe local para piquenique e trilha.

Nesta quarta-feira (03/04) comemora-se o aniversário de emancipação política do município de Macarani. O nome de origem indígena significa, gruta dos índios Caranys, pertencentes à tribo dos Botocudos, antropófagos que habitavam a região. A cidade é banhada pelos rios Macarani, Mangerona e Rio Pardo, possui três distritos. Vila das Graças, Vila Izabel e Itabaí. Seus vizinhos são Itapentinga, Ribeirão do Largo, Itambé, Encruzinhada, Maiquinique, Itarantime Bandeira (sendo que Maiquinique e Itarantim já foram distritos de Macarani). Assim nasceu Macarani: pelo Decreto Lei n° 141 de 31 de dezembro de 1943, transferindo a sede do município de Encruzilha da para o município de Macarani. A localidade tem cachoeiras (Rio Bonito), montanhas e água cristalina. O rally de motos é um esporte muito praticado nesta região por turistas do sudoeste baiano. Apesar de Macarani ser uma cidade nordestina, nas noites de junho, os termômetros já registraram uma temperatura de 8° C, o que reforça a ideia de fazer a fogueira para se aquecer. Nestas datas acontece também a cavalgada de São Pedro.

Comentários

    Não há comentário

Comentar