Cerca de mil cisternas destruídas pelo fogo em Maracás

 Cerca de 1 mil cisternas foram destruídas em um incêndio na noite do último sábado (13/7) na cidade de Maracás. Segundo informações da Polícia Militar, o fogo rapidamente se alastrou pelas caixas d’água que estavam armazenados em um terreno na Avenida Senador Luís Viana Filho, na localidade conhecida como Pioneira.O  prefeito Paulo dos Anjos (PT), revelou que o fogo começou por volta das 20h30 e as chamas atingiram 20 metros de altura. Para o prefeito, o incêndio foi criminoso. “Parece que usaram gasolina. Fizemos o boletim de ocorrência e vamos aguardar o resultado da perícia”, disse o prefeito, revelando que iria se encontrar com o secretário estadual da Casa Civil, Rui Costa para saber quais providências tomamos.  Pouco mais de 200 cisternas foram salvas. Bombeiros foram deslocados de Jequié, para fazer o rescaldo. As cisternas estavam armazenadas no local há pelo menos 40 dias, segundo o prefeito.  Os equipamentos, fabricados em polietileno, seriam doados a moradores de regiões afetados pela estiagem e estavam em uma área de dois hectares da prefeitura. “Estávamos cadastrando as famílias e iríamos começar a instalar as cisternas na terça-feira”.

 
 

Comentários

    Não há comentário

Comentar

REVISTA DIGITAL

revistaCG

TV CARO GESTOR

TVCG