Inep publica edital do Encceja 2022; veja quem pode participar

Foi publicado no Diário Oficial da União (D.O.U) desta segunda-feira (16), o edital do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2022. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, desde de 2002 o Encceja afere competências, habilidades e saberes de jovens e adultos que não concluíram o ensino fundamental ou médio na idade adequada. As informações são da Agência Brasil. A participação no Encceja Nacional 2022 é voluntária, gratuita e destinada a jovens e adultos que não concluíram…

LEIA MAIS

MEC abre novas vagas em curso para professor de alfabetização

O Ministério da Educação (MEC) abriu 50 mil vagas para o curso Alfabetização Baseada na Ciência. A atividade é voltada para professores e estudantes de licenciatura que ministram aulas a alunos na fase de alfabetização.

As inscrições podem ser feitas por meio da plataforma virtual do Ministério da Educação, chamada Ambiente Virtual do MEC – Avamec. Nela também estão disponíveis outros cursos para trabalhadores da educação.

Até o momento, foram criados 14 módulos teóricos e quatro módulos práticos do curso Alfabetização Baseada na Ciência. Eles estão expostos em manuais utilizados como material de apoio durante a formação.

O manual abarca temáticas como noções fundamentais sobre alfabetização, literacia emergente, aprendizagem da leitura e escrita e dificuldades experimentadas durante a aprendizagem de leitura e escrita.

Um segundo manual traz conteúdos para a aplicação prática da abordagem metodológica do curso. As atividades e orientações buscam fomentar competências anteriores à leitura e que dão base para a aprendizagem dessas práticas, além de métodos de avaliação dos conteúdos e habilidades apreendidas.

Segundo o Ministério da Saúde, o curso de Alfabetização Baseada na Ciência é o segundo mais acessado do ambiente virtual do órgão, com 5,18 milhões de visitas.

LEIA MAIS

No Rio, sindicato pede fechamento de escolas por casos de covid-19

O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Estado do Rio (Sepe) divulgou levantamento da situação das escolas da rede municipal do Rio de Janeiro, levando em consideração a pandemia de covid-19. Baseado em denúncias de profissionais da educação, o relatório mostrou um “aumento considerável da contaminação pelo coronavírus em várias unidades de ensino do nosso município”.

A partir da análise, o Sepe reivindicou o fechamento imediato das escolas com casos de covid-19, especialmente diante da informação da Secretaria Municipal de Saúde do Rio sobre o momento de potencial crescimento da pandemia, com a contaminação da variante Delta do novo coronavírus.

De acordo com o Sepe, da mesma forma que ocorreu com os outros relatórios, o levantamento foi encaminhado à Secretaria Municipal de Educação (SME) por meio de ofício direto ao secretário Renan Ferreirinha. “O sindicato continuará insistindo para que o governo municipal feche todas as escolas até que a campanha de vacinação alcance um grau massivo de imunização da população e o município saia da bandeira vermelha (risco alto de contágio, segundo a Secretaria de Estado de Saúde RJ), fase em que se encontra atualmente.”

O sindicato pediu uma audiência emergencial com a pasta, com a presença do Comitê de Saúde da Prefeitura e da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores.

SME

A Secretaria Municipal de Educação do Rio informou que a denúncia do relatório não procede. Em resposta à Agência Brasil, o órgão disse que “cumpre um rigoroso protocolo sanitário, seguindo as determinações sanitárias da Secretaria Municipal de Saúde e do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, formado por especialistas e pesquisadores da área científica”.

A pasta garantiu ainda que o distanciamento social é respeitado e que as medidas de proteção são adotadas por toda a comunidade escolar. “As aulas prosseguem normalmente na rede municipal. Em levantamento recente, 82% dos pais e responsáveis se manifestaram positivamente pelo funcionamento das escolas com aulas presenciais”, completou.

LEIA MAIS

Estudantes têm até hoje para se inscrever na lista de espera do ProUni

Estudantes que não foram selecionados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até hoje(18) para se inscrever na lista de espera. O resultado será divulgado na próxima sexta-feira (20). Os selecionados no programa podem receber bolsas de 50% ou 100% em instituições de todo o país.

Documentação

Segundo o Ministério da Educação (MEC), os selecionados nessa etapa terão entre os dias 23 e 27 de agosto para comprovar as informações prestadas, por meio de documentação. No segundo semestre de 2021, o programa oferece 134.329 bolsas de estudo – 69.482 integrais e 64.847 parciais – em mais de 10 mil cursos de quase mil instituições particulares de ensino superior.

Critérios

Para obter uma bolsa integral, o interessado precisa comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. No caso de bolsas parciais (50%), é preciso comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa da família, de até três salários mínimos.

Ouça na Radioagência Nacional:

LEIA MAIS

Programa visa capacitar professores sobre educação financeira

O Ministério da Educação (MEC) e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) fecharam uma parceria para oferecer formação sobre educação financeira para professores da rede pública. A iniciativa foi lançada hoje (17) e será disponibilizada aos docentes.

O Programa Educação Financeira na Escola tem como intuito qualificar 500 mil trabalhadores da educação em três anos. Serão abordados temas como poupança, consumo consciente, investimentos, proteção contra fraudes.

Os profissionais serão capacitados para replicar os conteúdos nas salas de aula. Os cursos vão discutir estratégias metodológicas para abordar as temáticas durante as aulas de modo a gerar interesse dos alunos.

Pela parceria, a CVM desenvolverá a plataforma onde os cursos serão disponibilizados gratuitamente. Já o MEC contribuiu para a formatação das atividades e fará a divulgação do programa nas unidades de ensino.

Segundo levantamento da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Brasil ficou na 17ª posição entre 20 países analisados quanto ao grau de conhecimento de estudantes sobre o tema.

LEIA MAIS

Abertas as inscrições para lista de espera do Prouni

Estudantes que não foram selecionados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) terão uma última chance de entrar este ano. Hoje (17) e amanhã (18) estão abertas as inscrições na lista de espera.

O resultado será divulgado na próxima quarta-feira (20). Os selecionados no programa podem receber bolsas de 50% ou 100% em instituições de todo o país.

Documentação

Segundo o Ministério da Educação, os selecionados nessa etapa terão entre os dias 23 e 27 de agosto para comprovar as informações prestadas por meio de documentação. No segundo semestre de 2021, o programa oferece 134.329 bolsas de estudo – 69.482 integrais e 64.847 parciais – em mais de 10 mil cursos de quase mil instituições particulares de ensino superior.

Critérios

Para obter uma bolsa integral, o interessado precisa comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. No caso de bolsas parciais (50%), é preciso comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa da família, de até três salários mínimos.

Veja na TV Brasil:

LEIA MAIS

CNPq informa restabelecimento da Plataforma Carlos Chagas

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) informou nesta segunda-feira (16) que o serviço da Plataforma Integrada Carlos Chagas (PICC) foi restabelecido. O sistema estava indisponível desde 23 de julho.

Segundo o CNPq, com o retorno da plataforma, serão retomadas as submissões de propostas às chamadas que estavam em andamento antes do período de indisponibilidade. Os prazos foram prorrogados. A íntegra das chamadas está disponível no site do conselho.

O conselho informou ainda que o prazo para indicação de novos bolsistas no mês de agosto também será prorrogado. A nova data ainda será divulgada.

Além de dados referentes às bolsas de pesquisa concedidas pelo CNPq, podem ser encontradas na Plataforma Carlos Chagas informações sobre auxílios, encaminhamento de projetos, andamento dos processos, emissão de pareceres, assinaturas de termos de concessão e relatórios técnicos e de prestação de contas.

Plataforma Lattes

No dia 8 deste mês,a Plataforma Lattes, que reúne currículos e informações sobre pesquisadores, voltou ao ar. O sistema tinha caído no dia 23 de julho. 

LEIA MAIS